A Dádiva Maior do Altíssimo Jesus

A Dádiva Maior do Altíssimo Jesus

Igreja Matríz de Araújos - Minas Gerais

Igreja Matríz de Araújos - Minas Gerais

E O Verbo Se Fêz Carne e Habitou Entre Nós

E O Verbo Se Fêz Carne e Habitou Entre Nós

Araújos Tem Jeito Jesus Cristo

Município de Araújos - Minas Gerais

Município de Araújos - Minas Gerais
Matéria enviada por nosso amigo Divino Bilinha "O Professor Pardal" Pesquisador e Historiador Natural de Araújos,- Minas Gerais

Mensageiros do Amor Maior em Cristo Jesus

Mensageiros do Amor Maior em Cristo Jesus

Empresas Parceiras Na Divulgação dos 61 Anos do Município de Araújos

Empresas Parceiras Na Divulgação dos 61 Anos do Município de Araújos

Divulgando os 61 & 62 Anos de Emancipação do Município de Araújos, Mudamos Todo Conceito e Cenário de Imagens da
Web e Araújos Virtual Ficou Mais Agradável de se Ver. 
Confira depois em:
https://www.google.com.br/search?q=Empresas+Parceiras+Na+Divulga%C3%A7%C3%A3o+dos+61+Anos+do+Munic%C3%ADpio+de+Ara%C3%BAjos&biw=1290&bih=646&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwi6-YnKx8DKAhXFEZAKHabhBoEQ_AUIBygC







Horários de Ônibus de Araújos


Araújos a Divinópolis 
De segunda a sábado: 6:30h – 7:30h – 9:40h – 
11:45h – 13:00h – 15:00h – 15:40h – 18:00h 
Domingo: 7:30h – 9:40h – 13:00h – 14:40h – 18:00h – 19:30h
Divinópolis a Araújos  
De segunda a sábado: 6:30h – 8:00h – 10:00h – 11:30h – 
12:30h – 14:00h – 16:00h até Perdigão 17:00h – 18:30h 
Domingo: 6:30h – 8:00h – 11:30h – 14:00h - 17:00h – 21:00h 
Araújos a Bom Despacho 
7:30h – 12:30h – 18:00h 
Bom Despacho a Araújos 
6:30h – 12:00h – 17:00h  
Araújos a Luz 15:00h 
Luz a Araújos 8:05h 
Araújos a Dores do Indaiá (via Luz) 9:00h 
Dores do Indaiá a Araújos (via Luz) 13:30h 
Moema a Araújos +/- 8:40h – 14:45h 
Lotação para Perdigão 
De Segunda a Sexta: Ida: 6:30h – 16:00h 
Volta: 7:00h – 17:00h 
Sábado e Domingo: 
Ida: 17:00h – 19:00h – 22:30h 
Volta: 17:30h – 19:30h – 23:00h 
Araújos a Belo Horizonte: 
De Segunda a Sábado: 6:00h  
Belo Horizonte a Araújos: 
De segunda a Sábado: 14:30h



Apoio Cultural Laticínios Caracol & Raínha

Veja Catálogo dos Produtos Rainha & Caracol Símbolos de Qualidade 
https://sites.google.com/site/municipiosmineiros/produtos-caracol



Hidrografia do Município de Araújos


Hidrografia: 
Rio Lambari, Córrego da Limeira, Córrego Olaria, Córrego da Ponte Funda, Ribeirão de São Pedro (Barro Branco) e Ribeirão de Capivari. Distritos: Capivari, Pintores e Bela Vista (Malaquias) 
Distância de Araújos à: 
Belo Horizonte: 170 km; 
Rio de Janeiro: 600 km; 
São Paulo: 570 km;
Brasília: 700 km. 
Principais rodovias que servem o município: BR-262 e MG-252 
Municípios limítrofes: 
Bom Despacho, Leandro Ferreira, 
Nova Serrana, Perdigão e Santo Antônio do Monte.



Ana Cláudia Silva, Secretaria Municipal de Obras e Serviços. 
 Anseio realizar um bom trabalho, promover obras e prestações de serviços públicos essenciais à sociedade, valorizando e respeitando o meio ambiente, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida do município, deixando assim importantes obras para Araújos como marco de Um Futuro Bem Próspero 


Eliane Aparecida da Paz é Bióloga (formada pela Universidade do Estado de Minas Gerais em 2003), especialista em Gestão Ambiental pela Fumec (2007) e atualmente cursa Engenharia Ambiental. Mestrado na área de Gerenciamento de Resíduos pela UFMG (trancado). Trabalhou como professora do estado para alunos de 5ª série ao 3º Ano do Ensino Médio ministrou cursos e palestras; desde sua formação, em 2003, atuou como consultora para licenciamento de empreendimentos, incluindo a CEMIG. Nos 3 últimos anos atuou nas empresas Comau do Brasil e Fiat Automóveis SA como consultora na implantação de Sistema de Gestão de Segurança e Saúde no Trabalho (norma OHSAS 18001:2007), além de auditorias na mesma área. 
Auditoria líder nas normas ISO 9001:2008, 
ISO 14001:2004 e OHSAS 18001:2007.







*******************************************************************************


Localização da Praça de Esportes de Araujos
https://sites.google.com/site/municipiosmineiros/centro-de-educacao-fisica-padre-ludovico

*******************************************************************************



Kátia Batista Couto, 27 anos, solteira, nascida em Bom Despacho. È formada em Administração de Empresas desde 2009 e tem cursos de especialização pelo SEBRAE. Durante 5 anos trabalhou em empresa de Araújos, na área administrativa. Filha de Araújos, esta a frente da secretaria Administrativa pela sua experiência e capacidade. Visa o melhor pra todos os Araujenses Administrar um negócio próprio não é fácil. Requer habilidades para planejar ações e gerir recursos financeiros e humanos. Transferindo para a administração pública, a questão fica ainda mais complicada, afinal, estamos trabalhando com recursos do povo. Ao iniciar os trabalhos, em janeiro de 2013, nos deparamos com uma grande desorganização administrativa. Então era preciso pagar todo deficit, regularizar o pagamento das parcelas devidas ao INSS, que estavam em atraso, e implantar um novo modelo de gestão, eficaz e eficiente. E foi assim, com a certeza dos recursos serem de todos e pensando no melhor emprego dos mesmos, que nos trabalhamos ao longo desses dois anos de governo: com dedicação, responsabilidade, transparência, honestidade e ética. Implantando a verdadeira administração participativa no município com o programa “Você à Frente” e tentando resolver todos os problemas e ultrapassar todos os obstáculos para que os objetivos fossem alcançados e os compromissos assumidos com a população realizados.

Araújos 62 Anos De Emancipação do Município 1954 / 2016



“A forma que Deus usou para fazer Araújos foi jogada fora. Terra boa como essa, não existe em lugar algum”. Estas são as palavras de uma sábia e carismática idosa, conhecida como Irmã Juliana. Professora, viúva, religiosa e com quase 90 anos, Maria Madalena da Silva Chagas nasceu e viveu boa parte da vida em Araújos. Na cidade que antes era um vilarejo, ela presenciou momentos marcantes e encontra inspiração para continuar ativa. A imagem da construção das primeiras pilastras na Igreja Matriz, na época em que Araújos ainda era um arraial, permanece viva na memória de Irmã Juliana. “As pessoas que moravam aqui buscavam o crescimento do local e o principal objetivo era trazer energia elétrica”, lembra. O desejo virou realidade mesmo que de forma precária. Mas, o novo serviço deu esperanças ao povo. Aos 14 anos, Maria Madalena foi seguir a vida religiosa em um convento de Manhumirim, Minas Gerais. No tempo em que viveu longe da terra natal, a professora de matemática, inglês e latim não pode acompanhar de perto alguns progressos, como a chegada do primeiro reservatório de água construído em 1940. O arraial atingiu um novo patamar em 1954, quando foi emancipado. Naquele mesmo ano, 231 pessoas nasceram na cidade, de acordo com o Cartório de Registro Civil. Os pais, familiares e todos os novos integrantes da terra puderam acompanhar o desenvolvimento do município e contribuir para o fortalecimento da região. A posse do primeiro prefeito eleito foi em 1955. Cinco anos depois, o pequeno ambiente foi ganhando formas e estrutura. Foram erguidas obras importantes: agência dos Correios, prefeitura, biblioteca, cinema e uma quadra esportiva. Os moradores que precisavam fazer o trajeto da zona rural para a área urbana utilizavam o transporte feito a cavalo ou carro de boi. Irmã Juliana tem muitas histórias para contar. Em 1970, retornou para Araújos onde faria uma visita rápida, mas acabou fincando novas raízes. Ela conta que chegou em um dia e no outro já lecionava em uma escola de Perdigão, cidade vizinha. Com o passar do tempo, se casou, mas não teve filhos. “Encontrei um lugar bem melhor do que eu havia deixado. Estava organizado, algumas ruas pavimentadas, novas casas e o comércio crescia cada vez mais”, relembra. Nesta época, as manifestações culturais também se afloravam, como é o caso do Reinado de Nossa Senhora do Rosário. Os festeiros são acompanhados até hoje por centenas de pessoas, sejam de Araújos ou municípios próximos, que fortalecem a fé e a religiosidade. O tempo passou e outras obras importantes para a cidade foram inauguradas, como o poliesportivo e a rodoviária. Também, com empreendedorismo, muitos moradores abriram o próprio negócio, promovendo o desenvolvimento local. Hoje, com 60 anos, Araújos comemora o progresso. E mesmo com tantas mudanças e melhorias, a essência permanece a mesma. “As pessoas valorizam este local. Quem vai embora, sempre volta para visitar e quem fica, nunca quer sair. Existem pessoas bondosas, hospitaleiras e bons exemplos de gente que fez de tudo para transformar esta cidade em um lugar melhor de se viver”, finaliza.
Matéria Extraida do Site da Prefeitura Municipal de Araújos





"Mata dos Araújo" Araújos era terra habitada por índios. No começo do século XIX, a família Alves de Araújo se estabeleceu no local e os índios foram se afastando. A região ficou conhecida por “Mata dos Araújo”, e, por volta de 1750 a 1800, uma pequena aglomeração foi se formando às margens do Rio Lambari. Época em que o estado era constantemente atravessado pelos garimpeiros e bandeirantes, outras famílias foram se fixando no local. A fertilidade das terras, próprias para a agricultura e o desenvolvimento da cultura de arroz, feijão, mandioca e amendoim, foram fatores determinantes na ocupação do território. Em 1938, Araújos foi elevado a distrito, integrado ao município de Bom Despacho e em 12 de dezembro de 1953, pela Lei 1039/53, o povoado emancipou-se e passou a se chamar Araújos, em homenagem à família Alves de Araújo. O aniversário da cidade é comemorado no dia 1º de janeiro.


Araújos Das Minas Gerais 
 https://sites.google.com/site/municipiosmineiros/araujos-das-
minas-gerais


Apoio Cultural - Produtos Caracol & Raínha




Veja + Produtos Caracol e Raínha 
https://sites.google.com/site/municipiosmineiros/produtos-caracol